• Cabelos ondulados: para marcar a década

    Não sei se vocês já repararam, mas as vestimentas e o tipo de cabelo conseguem marcar época e, quando olhamos para trás, você consegue identificar direitinho qual período aquela roupa ou penteado pertence. Até poucos anos atrás, a era “Rachel” (do seriado Friends) imperava entre a mulherada do mundo todo. Aliás, para muita gente, Jennifer Aniston foi o ícone da era dos cabelos chapados! Todo mundo queria ter os cabelos dela e eu babava pelas suas presilhinhas no topo da cabeça com aquelas madeixas milimetricamente lisas!

    Rachel Green BelezicesNão que eu não goste de cabelos lisos (até porque dependendo do dia, os meus parecem os da Rachel!), mas depois que o mundo conheceu Gisele Bündchen e seus cachos dourados despojados e irritantemente lindos, a Rachel Green ficou para trás e agora só dá cabelo enrolado nas paradas! Confiram só:

    Nanda Costa cabelo Belezices

    A Nanda tem madeixas escuras e cachos despojados!

    Fátima Bernardes cabelo Belezices

    Depois de muitos anos com progressiva, a Fatinha aderiu aos cachos!

    A Giovanna arrasou com as madeixas longas e cacheadas!

    A Giovanna arrasou com as madeixas longas e enroladas!

    Ana Furtado cabelo Belezices

    Sempre com ondas, a Ana tem cabelos com aspecto impecável!

    Débora Nascimento cabelo Belezices

    E a verdadeira cacheada (e perfeitamente linda!)

    Mas a pergunta que fica é: como deixar os cabelos assim?? Você pode optar pelo famoso babyliss (aquele com a circunferência maior), se tiver mais intimidade com aparelhos capilares, uma boa também é a chapinha mini (você vai enrolando ao passar nos fios) ou, se tiver uma mãe APEGADA como a minha, o famoso BOB de cabelo! Você enrola mechas levemente úmidas com um bob, prende com grampo e seca com ar quente! Prontinho, você estará linda como a Gisele! (temos que ser confiantes, né meninas?!?! hahaha).

    E vocês, já aderiram à moda das ondas??

    Leia também

  • Novidade: The Beauty Box e Lee Stafford

    A The Beauty Box está com mais uma novidade: depois de trazer com exclusividade marcas inéditas para o Brasil (como a The Balm, que falei aqui), chegou a vez da Lee Stafford, com produtos voltados para o cuidado com os cabelos! Dá uma olhada aqui na loja especial deles!

    LEE

    Segundo a The Beauty Box, o hair stylist inglês Lee Stafford coloca nos seus produtos um toque “diferente e jovem”. Uma coisa legal da marca é o design: os nomes dos produtos são escritos com as letras minúsculas e maiúsculas alternadas e até as cores dos códigos de barras são diferentes, em azul, verde e roxo. A Lee Stafford, criada em 2001, está presente em mais de 20 países.

    As novidades trazidas na loja incluem shampoo, condicionador, sérum, máscara de tratamento, fixador, mousse, protetor térmico e creme para pentear. Os preços vão de R$ 39 (shampoo e fixador modelador) a R$ 79 (Serum Nourishing Miracle Oil). Condicionador é R$ 42,90 e as máscaras, R$ 59,90.

    Alguns produtos que despertaram minha curiosidade:

    Protetor térmico Poker Straight Flat Iron (R$ 44,90): Esse foi o que fiquei mais empolgada pra testar! O spray de proteção é para ser usado com o cabelo seco depois da chapinha e secador. A fórmula tem extrato de chá verde, que protege os fios, dá brilho e evita o frizz, segundo a Lee Stafford.

    Shampoo Dry Original (R$ 39,90): Shampoo seco em spray, para cabelos oleosos. Diz a marca que funciona como uma lavagem a seco, retirando a oleosidade da raiz e revitalizando os fios.

    Mousse Double Blow (R$ 39,90): a descrição do produto me fisgou muito: “O Double Blow Volumizing Mousse Lee Stafford doma os fios e dá um volume lindo, sem deixar o cabelo pegajoso, sabe? Ele também pode ser usado para firmar um penteado.” Parece um mousse supersônico!rs

    Serum Poker Straight Shine (R$ 59,90): Olha a descrição: “Tire a oleosidade da sua vida de uma vez por todas. O Poker Straight Shine é um sérum com vitaminas E e A que tira o frizz, deixa um liso macio e sem aquele brilho indesejado, claro”. AMEI!

    Máscara Hair Growth Treatment (R$ 59,90): Segundo a marca, dá um forcinha para o cabelo crescer, com elementos que dão aquela acelerada no crescimento dos fios. A fórmula ainda reduz a irritação e hidrata o couro cabeludo.

    A The Beauty Box está arrasando nas novidades não? Ah, dá pra fazer o pagamento em até 5x. Assim que eu adquirir algum produto da marca venho contar pra vocês!

    Nesse link aqui o Belezices fala um pouquinho sobre as maravilhas da The Beauty Box.

    Leia também

  • L’Occitane: óleos essenciais para o cabelo

    A febre de óleos capilares nos últimos tempos, que começou com o de argan, deixou de “herança” diversas opções bacanas pra dar uma boa restaurada e tratada no cabelo. Depois da explosão do mais famoso óleo para as madeixas dos últimos tempos, várias marcas investiram em opções mais em conta e também em um mix de óleos. É o caso da L’Occitane, com o Spray Reparador leave-in, com cinco óleos essenciais.

    20130608_120215

    Os óleos são: Angélica, Lavanda, Gerânio, Ylang-ylang e Patchouli, além de, segundo a marca, extratos de mel e de milho. O vidrinho que tenho é de 100 ml, que no site da marca está R$ 72. O de 50 ml é R$ 45, mas por enquanto está indisponível para venda virtual.

    O que mais gosto nesse produto é que a textura dele não é nada gordurosa (bem diferente do silicone da The Beauty Box que falei aqui), o que já me anima muito (meu cabelo é bem oleoso).

    Ele serve mesmo para controlar o cabelo, dar aquela selada de leve e deixar um ar de fio saudável e brilhoso. As madeixas ficam bem hidratadas e o cabelo não fica com frizz. E mesmo sendo um produto de óleos e leave-in não pesou nos meus fios. Mas assim: minha cunhada já usou o produto e, como ela tem o cabelo liso e bem fininho, falou que nela ficou aquele cabelo muito lambido, quase colado na cabeça e sem muito volume. Comigo foi o contrário, dá até um volumezinho controlado! Além disso, o cheirinho é divino!!

    20130608_120228

    O Óleo Capilar Extraordinário Elsève também é outra pedida desse mix de óleos para o cabelo, com preço mais camarada nas farmácias (veja a opção aqui).

    Leia também

  • Shampoo a seco: Charming, da Cless

    Os shampoos a seco já estão no mercado faz um tempinho, e fazendo certo barulho por segurarem bem a oleosidade e darem volume extra para os cabelos, coisa boa inclusive para penteados. Os mais famosos são os da John Frieda (99g, por volta de R$ 50) e da Oscar Blandi (na Sephora, o frasco de 39g está R$ 52). Antes de me aventurar com esses produtos mais caros, resolvi testar uma opção mais baratinha, para ver qual era o efeito e se eu me acostumava! Foi aí que, na Drogaria Iguatemi, achei a opção da Charming, da marca Cless.

    Paguei por volta de R$ 11 (o frasco tem 50ml ou 30g). A marca promete uma limpeza instantânea, com a vantagem de ser sem água. “Sua fórmula exclusiva neutraliza odores e remove a oleosidade dos fios, de forma instantânea e sem deixar resíduos em pó”, é o que diz o rótulo.

    20130608_120054

    Já gostei da embalagem pequena do Charming: seu eu não gostasse, o desperdício não seria grande. O produto é em spray e bem fácil de aplicar – parece que estamos passando o bom e velho laquê, mas com alguns cuidados especiais. Segundo a marca, é para vaporizar o produto nos fios secos, a uma distância de cerca de 15 cm, da raiz até o comprimento dos fios. Aí você massageia a raiz e as mechas (eles falam para fazer movimento de “enluvamento”…?) até a umidade sair. Depois é só pentear.

    Bom, não vou dizer que amei o produto, ele é um pouco difícil… Fiquei na verdade bem dividida! Ele de fato tira o aspecto oleoso, o cabelo fica bem mais apresentável, especialmente na raiz. Ou seja, para “questões de vida ou morte”, uma reunião importante em que você simplesmente não tem como lavar o cabelo, ele é puro amor, uma mão na roda de tão prático. Dá até pra deixar na bolsa para emergências!

    Ah, o ponto positivo também é que ele dá um volume bom na raiz, rola até fazer um penteado no “cocoruto”, sabe? E eu que tenho pouco cabelo e super fininho, é uma boa pedida pra não precisar lavar todos os dias!

    20130608_120134

    Mas porém entretanto todavia… há alguns aspectos negativos. Depois que aplico o produto, fica de fato uns resíduos brancos, que vão saindo aos poucos. Mas não é tão fácil assim… um pouco do produto insiste em não sair, e quem tem cabelo escuro fica com alguns pontos brancos… só sai com um pouco de água mesmo (o que tira todo a questão de ser um shampoo a seco!).

    Outro porém é que, ao menos no meu cabelo, o shampoo ficou duro demais… Depois de umas três horas com o produto, fui lavar o cabelo e foi mega difícil de tirar.. tive que passar condicionador na raiz para sair. E mesmo assim, não foi tudo que ele conseguiu tirar. Resultado: muito cabelo perdido nesse processo hehe

    Enfim, o shampoo Charming é uma ótima pedida para emergências e cumpre com a promessa de deixar o cabelo sem o aspecto oleoso/sujo em apenas alguns segundos, o que é sensacional e o que eu precisava. Mas na hora de retirar, é possível que você tenha problemas.

    20130608_120117

    E vocês, conhecem algum outro shampoo a seco bom e com preço mais em conta??

    Leia também

  • Para o cabelo: pomada Celso Kamura

    Um dos itens para cabelo que nunca prestei muita atenção era a pomada. Achava que ela não tinha muita função dentre tantos outros produtos. E também sempre achei que ela não teria lá muita serventia, visto que minha inspiração e criatividade capilares não são das maiores. Masss sempre bate uma vontade de experimentar e testar né? Foi o que aconteceu no meu caso, e eu escolhi a Pomada Estilizadora do C. Kamura.

    20130528_075125

     Bom, e aí que minha ideia inicial mudou! A pomada tem efeito seco (a outra, de embalagem dourada, tem um “brilho dourado”, segundo a marca) e promete “esculpir detalhes e mechas como desejar”. Desculpem-me, mas não lembro o preço que paguei… Acho que foi por volta de R$ 25, nas perfumarias da vida.

    20130528_075216

    A pomada de fato é perfeita pra fazer um estilo bagunçado. É só pegar uma pequena quantidade do pote (que deve durar uma eternidade), passar pelas duas mãos, e ir modelando o cabelo. É bom pra domar aquela mecha rebelde, enrolando ela no dedo por exemplo ou, ao contrário, puxando para alisar. Eu gosto de ir amassando o cabelo. Outro jeito que tenho usado é: passo pelo cabelo já seco, amasso e deixo preso em um coque super alto com grampo. É bom porque dá um volume extra, e eu que tenho cabelo super fininho, aprovei!!

    20130528_075150

    O produtinho não deixa os fios oleosos ou engordurados, ou seja, é bem sequinha mesmo.  A fragrância é que podia ser um pouco melhor… Para penteados e pós-baby liss eu ainda não testei a pomada. Vocês já? Indicam outro produto semelhante??

    Leia também

Desenvolvido por Finalité Marketing

Back to Top